Os Estados Unidos manifestaram esta quarta-feira intenção de reforçar a cooperação com Timor-Leste, considerando que o país continua a construir instituições democráticas “fortes e estáveis”, numa mensagem para assinalar o 14º aniversário da restauração da independência.

“Estamos ansiosos por reforçar a nossa cooperação no próximo ano e apoiar Timor-Leste, que continua a construir instituições democráticas fortes e estáveis”, refere, numa mensagem sobre o 14º aniversário da restauração da independência do país, a assinalar sexta-feira, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

Segundo o governo norte-americano, Timor-Leste tem “enfrentado e superado” desafios significativos, através dos quais demonstrou que a “adesão aos princípios democráticos pode garantir a segurança do país e proteger a liberdade individual”.

“A resolução pacífica dos conflitos está a tornar-se uma marca de Timor-Leste o que certamente vai fortalecer os esforços para construir um futuro mais próspero para todos os timorenses”, acrescenta a mensagem.