Banda Desenhada

Vêm aí o Amadora BD: Finalistas já foram anunciados

Os mais de 60 finalistas aos Prémios Nacionais de Banda Desenhada, criados no ano passado, já foram anunciados. O Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora começa esta sexta-feira.

O Amadora BD foi criado em 1990

MICHAEL M. MATIAS/OBSERVADOR

O Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora, o Amadora BD, está quase, quase a começar e a organização já anunciou os finalistas aos Prémios Nacionais de Banda Desenhada, competição que vai na segunda edição. São mais de 60 nomes distribuídos por dez categorias.

Entre os finalistas da categoria de “Melhor Álbum Português” encontram-se Miguel Moreira e Catarina Verdier, autores de As Aventuras de Fernando Pessoa, que fala sobre os heterónimos pessoanos, e Filipe Melo e Juan Cavia, criadores de Os Vampiros. Osvaldo Medina, criador de Kong The King, e Nuno Saraiva, autor de Tudo Isto É Fado!, uma homenagem aos intérpretes e lugares do fado, também fazem parte da lista.

Para a categoria de “Melhor Desenho Para Álbum Português”, estão nomeados Luis Louro, com a BD Jim Del Monaco — O Cemitério dos Elefantes, e Sónia Oliveira, co-autora de O Poema Morre, também finalista na categoria de “Melhor Álbum Português”, entre outros. Já “Melhor Álbum de Tiras Humorísticas”, os finalistas são Rick Kirkman, e Jerry Scott, autores de Não Gritem Baby 33, Miguel Montenegro, com Psicopatos Vol.II, e Henrique Magalhães, criador de Seu Nome Próprio Maria, Seu Apelido, Lisboa.

O Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora foi criado em 1990 e é o principal evento do género em Portugal. A edição deste ano começa esta sexta-feira e decorre até 6 de novembro no Fórum Luís de Camões, na Brandoa.

O concurso, patrocinado pela Câmara Municipal da Amadora, tem por objetivo distinguir os melhores trabalhos realizados ao longo do ano. O júri deste ano é composto pelo diretor do festival, Nelson Dona, e pelos jornalistas Luis Salvado e Sandy Gageiro. Os vencedores serão anunciados no dia 29 de outubro. A lista completa dos candidatos pode ser consultada aqui.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
Greve

O povo é quem mais ordena e a CGTP está fora /premium

André Abrantes Amaral

Quando os motoristas de matérias perigosas param o país e não se revêem na CGTP é a própria Concertação Social que está posta em causa, o que revela o quanto a geringonça distorceu esta democracia.

Eleições Espanha 2015

Sombras da guerra civil /premium

Manuel Villaverde Cabral

Não se espera uma nova guerra civil mas não são de afastar enfrentamentos de vários géneros, incluindo físicos, apesar da pertença comum à União Europeia, cujos inimigos em contrapartida rejubilarão!

25 de Abril

O Governo Ensombrado vai ao circo

Manuel Castelo-Branco
143

Se hoje é possível um programa como o Governo Sombra, foi porque o Copcon de Otelo não vingou. Porque apesar de serem “apenas” 17 vítimas mortais, as FP25 foram desmanteladas e os seus membros presos.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)