O secretário da Energia dos EUA, Rick Perry, foi vítima de uma partida de jovens russos que já ficaram conhecidos por telefonarem para figuras públicas, fingindo ser pessoas com cargos de alto nível. Numa chamada que durou 22 minutos, Rick Perry acreditava que estava a falar com o primeiro-ministro ucraniano.

Desde o ano passado que estes dois jovens têm ganho reputação pelas suas partidas via telefone, fazendo-se passar por personalidades de várias nacionalidades. A mais recente vítima foi Rick Perry, Secretário da Energia dos EUA, que acreditava estar a discutir exportações de carvão com o primeiro-ministro da Ucrânia, Volodymyr Groysman, conta o The Washington Post.

Nem o facto de se ter falado num novo combustível feito de álcool e fezes de porco, pretensamente lançado pelo presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, ajudou a que Rick Perry percebesse, claramente, que estava a ser alvo de uma brincadeira. Mas parece ter sido aí que começou a suspeitar que não, não era Groysman que estava ao telefone com o Secretário de Energia dos EUA, mas sim Vladimir Krasnov e Alexei Stolyarov, dois jovens russos.

A chamada foi feita no dia 19 de julho, sob o pretexto original de se falar sobre a expansão das exportações de carvão americano para a Ucrânia, entre outros assuntos relacionados com energia. De acordo com uma tradução divulgada no The Washington Post, foram mencionados temas como os ataques cibernéticos, a exploração de gás natural na Ucrânia e até a retirada dos EUA do Acordo de Paris.

“Espero que este afastamento do Acordo de Paris não tenha qualquer impacto negativo no nosso relacionamento”, disse Perry na chamada. Falou-se, ainda, de uma reunião agendada para agosto, onde executivos falariam sobre a extração de petróleo e gás natural na Ucrânia.

Esta não é a primeira vez que os dois jovens russos apanham desprevenidas figuras de relevo: já Elton John, o presidente turco Erdogan e o primeiro-ministro croata foram vítimas destas brincadeiras.

Trump confirma nomeação de Rick Perry para secretário da Energia