O comandante da Frota do Pacífico dos Estados Unidos disse esta terça-feira que foram encontrados corpos de alguns marinheiros num compartimento do contratorpedeiro USS John S. McCain que segunda-feira colidiu com um petroleiro.

Dez marinheiros desapareceram e cinco ficaram feridos na sequência da colisão às 5h24 locais (22h24 de domingo em Lisboa), a leste de Singapura.

Antes tinha sido divulgado que mergulhadores da Marinha e dos fuzileiros norte-americanos iriam procurar os 10 marinheiros desaparecidos nos compartimentos selados devido aos danos no casco do navio de guerra, que se encontra numa doca da base naval Changi em Singapura.

Numa conferência de imprensa em Singapura, o comandante da 7.ª Frota do Pacífico, almirante Scott Swift, disse também que as autoridades malaias encontraram um corpo que ainda não foi identificado.

Tratou-se da segunda maior colisão nos últimos dois meses envolvendo a 7.ª Frota do Pacífico norte-americana e a Marinha dos Estados Unidos ordenou uma investigação profunda ao desempenho e prontidão da frota. Em junho, sete marinheiros morreram quando o USS Fitzgerald chocou com um porta-contentores em águas do Japão.

Embarcações e aeronaves dos Estados Unidos, Indonésia, Singapura e Malásia estão envolvidos nas buscas dos marinheiros desaparecidos.