440kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

A ciência comprova: as segundas-feiras são do piorio

Este artigo tem mais de 4 anos

Não, não é só você. A segunda-feira é o dia mais "triste" para muitas pessoas e a ciência vem agora esclarecer como analisou 50 milhões de tweets por dia para chegar a esta conclusão.

O estudo permitiu identificar tendências interessantes além de constatar o óbvio: que ninguém gosta de segundas-feiras
i

O estudo permitiu identificar tendências interessantes além de constatar o óbvio: que ninguém gosta de segundas-feiras

PEXELS

O estudo permitiu identificar tendências interessantes além de constatar o óbvio: que ninguém gosta de segundas-feiras

PEXELS

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Há uma aversão generalizada às segundas-feiras e não é só o gato Garfield que as odeia: esse dia é mau para todos e a ciência finalmente conseguiu prová-lo. Investigadores do Complex Systems Center da Universidade de Vermont analisaram cerca de 50 milhões de tweets por dia com algoritmos próprios de forma a medir a felicidade ao longo dos últimos nove anos. A felicidade e a disposição crescem ao longo da semana e caem drasticamente à segunda-feira, foi a conclusão a que chegaram.

Para milhões de pessoas em todo o mundo, a segunda-feira é dia de regressar ao trabalho, dia de preparar a semana e não é difícil de imaginar que ninguém goste de ver o fim-de-semana acabar literalmente de um dia para o outro. Nesta análise, o “hedonómetro” (como lhe chamaram) recolhe uma amostra de 50 milhões de tweets aleatórios — cerca de 10% dos tweets produzidos diariamente — e combina mais de 10 mil palavras para as filtrar e atribuir pontuação de 1 a 9. As palavras mais frequentemente utilizadas para exprimir tristeza ou angústia têm uma pontuação mais baixa e as palavras utilizadas para exprimir euforia ou felicidade uma pontuação mais elevada. Às palavras mais ambíguas é atribuída uma pontuação média.

Estes dados permitem avaliar com alguma coerência a forma como um grande número de pessoas reage a eventos mediáticos como a eleição de Donald Trump ou o tiroteio de Las Vegas a 2 de outubro, que fica marcado como “o dia mais triste do Twitter”. Também outras tendências são observadas: o dia de Natal, Ação de Graças, dia da Mãe e outras datas assinaladas por ataques terroristas entram para a história do Twitter.

Mostrar Esconder

Numa nota menos científica mas igualmente interessante, Jim Davis, o criador do icónico hater de segundas-feiras, Garfield, explica ao Huffington Post o porquê de o gato mais famoso do mundo gostar de lasanha e odiar segundas-feiras e também o que o seu sucesso diz das pessoas que se revêm no Garfield.

Os investigadores acreditam que a divulgação de mais e mais dados permitirá acelerar vários processos legislativos, nomeadamente no que diz respeito a leis do trabalho, salários, comparticipações médicas e leis de controlo de armas.

A Universidade de Vermont admite que a felicidade é um conceito difícil de quantificar por ser um conceito subjetivo e incrivelmente variável, mas sugere que só uma análise no Twitter permite identificar pontos fulcrais nos quais as instituições se podem focar.

Loja Observador Lifestyle

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.