Rádio Observador

IEFP

IEFP recebeu 12.648 candidaturas aos Estágios Profissionais

O Instituto do Emprego e Formação Profissional recebeu 12.648 candidaturas de empresas aos Estágios Profissionais na segunda fase da medida, que decorreu entre novembro e janeiro.

LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) recebeu 12.648 candidaturas de empresas aos Estágios Profissionais na segunda fase da medida, que decorreu entre novembro e janeiro, ultrapassando “largamente” a meta prevista, avançou esta quarta-feira o organismo.

Segundo dados do IEFP solicitados pela Lusa, no segundo período de candidaturas aos Estágios Profissionais, que decorreu entre 15 de novembro de 2017 e 3 de janeiro de 2018, foram recebidas 12.648 candidaturas, correspondentes a 15.434 vagas de estágios.

“Este segundo período tem uma dotação orçamental de 36.650.000 de euros, para uma meta de cerca de 7 mil estagiários, pelo que as candidaturas recebidas ultrapassam largamente essa meta”, avança o instituto.

Por regiões, o Norte apresentou 5.506 candidaturas aos Estágios Profissionais, Lisboa e Vale do Tejo 3.327, a região Centro 2.652 candidaturas, o Alentejo 610 e o Algarve 553.

Por sua vez, durante o mesmo período de candidaturas deram entrada 853 pedidos de atribuição do Prémio ao Emprego, relativos a 989 ex-estagiários com os quais foi celebrado contrato de trabalho sem termo.

O Prémio ao Emprego é concedido à empresa que celebre com o estagiário um contrato de trabalho sem termo, no prazo máximo de 20 dias úteis a contar da data de conclusão do estágio.

De acordo com o IEFP, neste momento decorre o processo de análise das candidaturas.

A primeira fase de candidaturas de 2018 aos Estágios Profissionais do IEFP arranca esta quinta-feira e decorre até 01 de março, com uma dotação orçamental de 30 milhões de euros, como avançou a Lusa.

Já a primeira fase de candidaturas do ano passado, que decorreu entre maio e julho de 2017, contou com 13.906 candidaturas, correspondentes a 17.086 estágios.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Igualdade de Género

Género: igualdade ou ideologia?

Diogo Costa Gonçalves

Se estamos perante uma (nova) visão antropológica, porquê qualificá-la como ideologia? Porque tal ideia pré-concebida vive em constante tensão com a realidade empírica, começando pela própria biologia

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)