A Tesla está a contratar. Mas não está à procura de um qualquer funcionário: ou “um qualquer mortal”, como diz no anúncio. A empresa de Elon Musk quer alguém que tenha vontade de “mudar o mundo”, uma “personalidade extremamente contagiante” e “capacidades de serviço ao cliente sem paralelo”. Para que posição? Barista

No dia 5 de abril, a Tesla anunciou na página de LinkedIn da empresa que está à procura de um novo barista para saciar os “500 funcionários dependentes de cafeína” do escritório de Nova Iorque. A Quartz conta que, no anúncio, a firma Elon Musk indica que o escolhido será sempre “alguém que queira aproveitar a incrível oportunidade de deixar a sua marca na empresa mais progressiva do mundo” através do seu Coffee Bar.

Mas se a Tesla não for a sua chávena de chá, pode sempre optar por outra empresa de Elon Musk, já que a SpaceX também está à procura de alguém com “experiência superior a trabalhar com café, espressos e chá”. Se quiser fugir ao magnata que enviou um carro para o espaço, a Yelp e a Talkdesk também lançaram recentemente uma busca por um barista.

Mas lembre-se, tal como a própria empresa diz: “Somos a Tesla, não estamos a procura de alguém comum”.