Os sites dos jornais do grupo de media Tronc, que tem publicações como o Chicago Tribune, o Daily Press, o Los Angeles Times ou o The Baltimore Sun, deixaram de estar acessíveis a utilizadores europeus esta sexta-feira. A medida surgiu no dia em que o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) passou a ser plenamente aplicável nos países da União Europeia.

Ao tentar aceder a estes sites, aparece uma mensagem que diz: “Infelizmente, o nosso website não está, de momento, disponível na maioria dos países europeus. Estamos focados no assunto e comprometidos em encontrar opções que suportem as nossas ofertas digitais para o mercado da União Europeia. Continuamos a identificar soluções técnicas para agirmos em conformidade para disponibilizarmos a todos os leitores o nosso jornalismo premiado.”

As aplicações dos jornais continuam disponíveis na Play Store, mas não é possível aceder aos conteúdos. Outra grande empresa norte-americana de media, a Lee Enterprises, optou pelo mesmo caminho que a Tronc, indo mais longe: até o site oficial desta empresa não é possível visualizar através de um servidor de países da União Europeia.

A maioria das empresas, nas semanas que antecederam a data de início da plena aplicação do RGPD, alteraram nos websites oficiais a política de privacidade devido às novas regras. Outras organizações, como o Facebook ou a Google, pediram novo consentimento para tratamento de dados pessoais aos utilizadores. Jornais como o The Washigton Post têm optado, esta sexta-feira, por também pedir novo consentimento aos utilizadores. Já outros meios, com o The New York Times ou a CNN, não têm mudanças, como avançou a BBC.