Exercícios de design há muitos – uns felizes, outros nem por isso. A Skoda tem por hábito (ou será método de recrutamento?) dar carta-branca aos jovens que ingressam na sua escola vocacional, permitindo-lhes dar asas à sua imaginação na criação de novos projectos.

Em 2014, os estudantes propuseram um pequeno descapotável baseado no citadino Citigo e denominado Citijet; em 2015, viraram-se para o Fabia e converteram-no na pick-up Funstar; em 2016, tomaram como base o Rapid Spaceback e daí resultou o Atero; e o ano passado voltaram a surpreender com um novo projecto inédito: o Element – um buggy com genes de Citigo.

4 fotos

Este ano, os jovens aprendizes meteram de novo mãos à obra e, ao fim de quatro anos de concepts arrojados, desta vez o exercício acabou por ir ao encontro da tendência do momento: um SUV, mas a céu aberto. Chama-se Sunroq – foram os fãs da marca que escolheram o nome através das redes sociais – e toma como ponto de partida o novo Karoq, o mais pequeno (por enquanto) SUV da marca checa.

Basicamente, mantém-se tudo até ao pilar A, tendo os pilares B e C sido “cortados” para arejar o SUV. Onde os 23 elementos da equipa parecem ter dedicado mais tempo e atenção foi à secção traseira, a mais redesenhada face ao modelo original, claramente a perseguir um visual mais agressivo.

Calçado com rodas de um Kodiaq Sportline, justamente para vincar uma estética mais desportiva, o Sunroq exibe um interior a condizer. A desportividade reina a bordo, cortesia sobretudo dos bancos a duas cores (branco e vermelho).

A fazer as despesas da locomoção encontra-se o já conhecido motor 1.5 TSI de 150 cv.