O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker,anunciou esta sexta-feira que vai deslocar-se a Washington antes do final de julho para debater com Donald Trump o conflito comercial entre a União Europeia e os Estados Unidos.

“Irei a Washington apresentar o ponto de vista dos europeus”, disse Juncker, em conferência de imprensa no final do Conselho Europeu. Em causa está a recente decisão da Administração norte-americana de impor taxas alfandegárias de 25% às importações de aço e de 10% às de alumínio da UE.

A UE já retaliou com a aplicação de taxas aduaneiras a bens vindos dos Estados Unidos como o sumo de laranja, o ‘bourbon’ e as motos Harley Davidson, tendo este fabricante anunciado já a intenção de deslocalizar parte da sua produção para fora dos Estados Unidos, de modo a evitar as taxas.