O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assumiu esta sexta-feira que está “pronto para se apresentar em Washington” para reencontrar Donald Trump e revelou que convidou o seu homólogo norte-americano para visitar Moscovo.

“Convidámos o Presidente Trump a visitar Moscovo e eu estou disposto a ir a Washington, se estiverem criadas determinadas condições”, disse Putin, numa conferência de imprensa em Joanesburgo, na África do Sul, à margem da cimeira do grupo político de cooperação BRICS, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Putin afirmou que entende “perfeitamente que o Presidente Trump deseja celebrar novas reuniões e eu estou disponível para isso, mas é necessário que se deem as correspondentes condições”.

A conferência de imprensa da recente cimeira realizada em Helsínquia, na Finlândia, mereceu fortes críticas nos Estados Unidos, tanto por parte dos democratas como dos republicanos. O senador republicano e antigo candidato presidencial John McCain disse que Trump “teve uma das mais vergonhosas atuações de um Presidente dos Estados Unidos”.