Aviação

Air Macau estreia voo para Qingdao e já soma 18 ligações diretas com a China

A Air Macau inaugurou esta quarta-feira uma rota entre Macau e a cidade de Qingdao, somando atualmente 18 ligações diretas de e para o interior da China.

AFP

Autor
  • Agência Lusa

A Air Macau inaugurou esta quarta-feira uma rota entre Macau e a cidade de Qingdao, somando atualmente 18 ligações diretas de e para o interior da China.

“Vai ser mais uma oportunidade [para os chineses] conhecerem e visitarem Macau”, afirmou o diretor de Marketing da Air Macau, Eric Fong, à margem da cerimónia da abertura da nova rota.

De acordo com a companhia aérea, existem agora quatro voos semanais entre as duas regiões, sendo Qingdao a 18.ª rota que a Air Macau tem para o interior da China e a primeira ligação direta do território com a província de Shandong, que tem cerca de 100 milhões de habitantes. “Estamos a planear a abertura de mais rotas no Sudeste Asiático. No próximo mês vamos ter mais novidades”, assegurou o responsável.

Eric Fong acredita ainda que com esta nova rota o número de passageiros deverá aumentar, afirmando que ainda é cedo para fazer uma estimativa. “O nosso número de passageiros tem estado a aumentar, cresceu cerca de 17% de janeiro até ao dia de hoje, em comparação com o período homólogo de 2017”, disse.

Na semana passada, o Aeroporto Internacional de Macau lançou o concurso para a ampliação do terminal de passageiros sul do aeroporto devido ao aumento recorde de passageiros. “A fim de manter o desenvolvimento sustentável do aeroporto”, foi lançado um concurso para “realizar o projeto e obras de construção, incluindo uma extensão de espaço de três andares de aproximadamente 17.100 metros quadrados no lado sul do terminal de passageiros existente”, declarou a Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau (CAM), em comunicado.  “Aumentar o espaço do terminal de passageiros do edifício do terminal, escritórios, área comercial, sala VIP e outras instalações, e construir três novas pontes de embarque”, é o objetivo da CAM, que espera que este projeto capacite o aeroporto a receber mais de 10 milhões de passageiros por ano.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: [email protected]
Transportes Aéreos

O “Big Brother” do ar

Helder Cruz Pombo

A proposta de Lei n.º 137/XIII vem determinar a obrigação das transportadoras aéreas transmitirem ao Estado os dados relativos a cerca de 20 itens do registo pessoal dos seus passageiros.

Estados Unidos da América

O fim do trumpismo /premium

Paulo de Almeida Sande

Em Novembro não há apenas eleições para o Congresso dos EUA, está também em jogo o planeta, a escolha entre a cooperação frutífera e pacífica e um encarniçado nacionalismo, nativista e proteccionista.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)