Governo

Cristas reafirma que trocas nos ministérios provam que Governo “está em fim de mandato”

A presidente do CDS-PP sublinhou ainda preocupação com a área da Energia, na qual admite que existam "incompatibilidades".

HUGO DELGADO/LUSA

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, reafirmou esta sexta-feira que as trocas nos ministérios “são a prova de que este Governo está em fim de mandato”, sublinhando preocupação com a área da Energia, na qual admite que existam “incompatibilidades”.

“Esta mudança no Governo é a prova de que este Governo está em fim de tempo e em fim de mandato. Mostra que o PS já não tem capacidade de recrutamento fora das suas hostes mais naturais. Passaram chefes de gabinete a secretários de Estado e pessoas que já antes colaboraram com o PS. Portanto, este Governo não tem rasgo e estas trocas não trazem frescura”, disse a líder do CDS-PP.

Assunção Cristas, que falava à agência Lusa à entrada para um jantar do partido que decorre em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, não quis comentar o facto de o novo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, tutelar a área do Turismo, setor onde a sua mulher está presente ao dirigir a Associação de Hotelaria de Portugal (AHP), mas apontou “incompatibilidades” noutras áreas.

“Analisaremos com atenção [a questão do ministro da Economia], mas choca-nos profundamente que tenhamos dois até agora deputados do PS e um foi para secretário de Estado da Energia e o outro, se o Governo quiser manter a indicação, irá para o regulador da área da Energia”, referiu.

Para a presidente dos centristas, em causa está a escolha de Carlos Pereira, deputado do PS que em janeiro perdeu a liderança do PS/Madeira, para administrador da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), bem como do também deputado socialista João Galamba para secretário de Estado da Energia.

“Aí vimos uma grande e profunda incompatibilidade, porque o regulador tem de ser forte e independente, quer do setor que regula, quer do Governo. Isso choca-nos muitíssimo. O CDS entende há muito tempo que os reguladores podem ser indicados pelo Governo, escrutinados no parlamento, mas depois nomeados pelo Presidente da República”, apontou Assunção Cristas.

A presidente do CDS-PP participa esta noite num jantar com cerca de 500 pessoas que marca a tomada de posse dos órgãos distritais do Porto do partido.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Governo

2019 no mundo e em Portugal

Inês Domingos

Vinte anos depois do calendário, passada a crise, 2019 é o ano em que política, social e economicamente entramos realmente no novo século. Este Governo está aflitivamente impreparado para o enfrentar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)