Rádio Observador

Cristiano Ronaldo

Espuma no cabelo, champanhe e o hino na ponta da língua: a festa do título de Ronaldo

105

Ronaldo foi um dos mais animados na festa da Juventus após conquistar o primeiro Campeonato em Itália e, entre espuma no cabelo e banho de champanhe, cantou o hino do clube onde ficará "a 1.000%".

Ronaldo conquistou o primeiro Campeonato em Itália, depois de ter ganho três em Inglaterra (United) e dois em Espanha (Real)

AFP/Getty Images

O dia já tinha começado bem para a família: ao serviço da equipa Sub-9 da Juventus, Cristianinho, o filho mais velho de Cristiano Ronaldo, conquistou o Torneio Marítimo Centenário após vencer na final o Atl. Madrid por 3-0, juntando ainda ao troféu coletivo o prémio de melhor marcador da competição com um total de 25 golos, mais do dobro do segundo classificado. E por si só trazia boas recordações – foi a 20 de abril de 2011 que o português marcou um dos golos mais emblemáticos pelo Real Madrid, na final da Taça de Espanha frente ao Barcelona, com um cabeceamento no prolongamento que decidiu o encontro e a primeira vitória pelos merengues depois de se ter tornado a transferência mais cara de sempre em 2009. Ao final da tarde, já noite em Turim, haveria mais razões para festejar: à terceira tentativa, a Vecchia Signora assegurou o oitavo título consecutivo.

Em termos coletivos, a Juve igualou o triunfo a mais jornadas do final (cinco) e estabeleceu ainda um novo recorde, tornando-se o conjunto com mais vitórias consecutivas nas cinco maiores ligas, superando os números que o Lyon conseguiu em França – e com isso está apenas a um triunfo de igualar os números de AC Milan e Inter juntos. No plano individual, Ronaldo tornou-se o primeiro jogador de sempre a ser campeão em Inglaterra, em Espanha e em Itália, algo apenas visto com um treinador e também ele português: José Mourinho (com Chelsea, Inter e Real Madrid, respetivamente). E foi um dos mais ativos na festa após o 2-1 frente à Fiorentina, que permitiu “esquecer” a derrota caseira a meio da semana para a Champions.

Pouco depois do apito final, e quando se preparava para integrar o grupo de jogadores em festa perto de um dos topos do Allianz Stadium, Ronaldo já tinha sido brindado com espuma no cabelo, numa “praga” que começou no treinador Massimilano Allegri e alastrou-se a vários atletas. E ainda no relvado, durante a volta de honra, mostrou que já conhece o hino dos bianconeri, sendo apanhado pelas câmaras a cantar a parte final do mesmo, o que foi destacado pelas redes sociais do clube.

“Estou contente. O meu objetivo era ganhar a Liga. Este ano, ganhámos dois troféus importantes, a Liga e a Supertaça, e é um orgulho ganhar o título em três países diferentes. Parece fácil pela diferença de pontos para o segundo classificado mas não é. Foi um ano de trabalho, dedicação e muito esforço. Esta equipa merece. Champions? Claro que estou triste por não termos passado à fase seguinte mas o futebol é isto, não se pode ganhar sempre. Quem cai deve ter a humildade de se saber levantar”, destacaria mais tarde o avançado à SportTV , já depois de ter garantido à DAZN que iria ficar na próxima época “a 1.000%”.

A volta prosseguiu, na zona da bancada central não faltou o aceno especial à namorada Georgina Rodríguez e aos amigos que marcaram presença no estádio e, antes de descer aos balneários, não faltou o habitual banho de champanhe por um dos jogadores com quem mantém uma relação mais próxima em Turim, Bernardeschi. Já no túnel, Ronaldo cumprimentou e esteve ainda à conversa de forma breve com Carlos Freitas, diretor desportivo da Fiorentina. Mais tarde, o próprio jogador partilhou um vídeo da festa dos jogadores da Juventus no balneário após a conquista de mais um Campeonato, além de um vídeo sobre “a história de um grande amor” que resume os melhores momentos desde que chegou aos bianconeri.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt
Combustível

Os motoristas e o mercado

Jose Pedro Anacoreta Correira

Quando o Governo não consegue instrumentalizar politicamente os sindicatos, passa ao ataque. A luta e defesa dos trabalhadores é só para trabalhadores do Estado e filiados na CGTP.

PSD

Rui Rio precisa do eleitorado de direita /premium

João Marques de Almeida

O eleitorado de direita deve obrigar Rui Rio a comprometer-se que não ajudará o futuro governo socialista a avançar com a regionalização e a enfraquecer o Ministério Público. No mínimo, isto.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)