aqui tínhamos antecipado que a Renault se estaria a preparar para chamar o si o título de recordista no mítico circuito alemão de Nürburgring, por onde passam todos os desportivos que querem ser dignos desse nome. Ora, o construtor francês acaba de anunciar que cumpriu o objectivo com a versão mais desportiva do Mégane RS.

No Nordschleife, o RS Trophy-R estabeleceu um novo tempo de referência de 7m40,100s, marca que não só melhora um recorde que já pertenceu ao mais assanhado dos Mégane (7.54,36 em 2015), como supera o recorde que a Honda assinou em 2017 com o Civic Type R (7.43,80).

Descrito pela própria marca como “o modelo de melhor performance jamais comercializado pela Renault”, o Mégane RS Trophy-R esconde sob o capot o mesmo motor da versão Trophy, o 1.8 Turbo com 300 cv. Contudo, tira partido de uma combinação entre melhores ligações ao solo, reforço da aerodinâmica e alguma dieta, pois acusa até menos 130 kg quando colocado sobre a balança, ou seja, subtraindo mais 30 kg aos 100 que o anterior RS Trophy-R já tinha eliminado.

A primeira aparição do novo rei de Nürburgring, entre os modelos de série de tração dianteira, ocorrerá dentro de dias, por ocasião do Grande Prémio de Fórmula 1do Mónaco. Será a 24 de Maio e caberá aos pilotos do Renault F1 Team Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg fazer as honras.