MacKenzie Bezos, ex-mulher do fundador da Amazon, Jeff Bezos, prometeu doar mais de metade da fortuna a que teve direito após o divórcio — o correspondente a 36,6 mil milhões de dólares (cerca 32,78 mil milhões de euros) — e que a tornou, de acordo com a revista Forbes, a terceira mulher mais rica do mundo.

A escritora MacKenzie Bezos é, assim, a mais recente milionária a aderir à campanha The Giving Pledge —  anunciada em 2010 por Bill Gates, cofundador da Microsoft, e por Warren Buffet, fundador da Berkshire Hathaway. A iniciativa incentiva as pessoas mais ricas do mundo a doar mais de metade das suas fortunas ainda em vida ou no testamento — à qual já se juntaram nomes como Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, ou Richard Branson, fundador do grupo Virgin.

MacKenzie Bezos escreveu uma carta que foi publicada no site da The Giving Pledge, na qual explica que a sua “abordagem à filantropia vai continuar a ser ponderada. “Mas não vou esperar. E vou continuar até que o cofre esteja vazio”, acrescenta. A autora defende que “há muitos recursos que cada um de nós pode usar para partilhar com os outros — tempo, atenção, conhecimento, paciência, criatividade, talento, esforço, humor, compaixão”.

Além de todos os recursos que a vida me deu, tenho uma quantidade de dinheiro desproporcional para partilhar”, escreveu MacKenzie

Jeff Bezos partilhou a carta da ex-mulher nas redes sociais, no Twitter, elogiando a sua decisão. “A MacKenzie será incrível e atenciosa na filantropia. A carta dela é tão bonita. Vai-te a eles, MacKenzie”, escreveu na publicação

MacKenzie Bezos ficou com 25% das ações da Amazon, após a conclusão do processo de divórcio. O anúncio do divórcio foi feito por MacKenzie Bezos no Twitter, no início de abril. “Estou grata por ter terminado o processo de dissolução do meu casamento com o Jeff, com apoio mútuo e de todos os que nos contactaram com carinho, e expectante para a próxima fase, enquanto pais e amigos”, escreveu na altura. Com o divórcio, MacKenzie Bezos  tornou-se na terceira mulher mais rica do mundo, segundo a revista Forbes. O agora ex-marido Jeff Bezos continuou a ser o mais rico do mundo.