A polícia foi chamada à casa de Boris Johnson na madrugada desta sexta-feira devido a uma discussão que envolveu o candidato a primeiro-ministro do Reino Unido e a sua namorada, Carrie Symonds. As autoridades foram chamadas por vizinhos do casal, que contam ao The Guardian que ouviram uma discussão violenta e vários estrondos.

Os vizinhos relatam que a discussão foi audível da rua. Johson e a namorada, ex-assessora de imprensa do Partido Conservador, vivem juntos num apartamento em Londres. A namorada de Johnson terá gritado: “Larga-me” e “sai do meu apartamento”.

Houve um grande estrondo, um barulho que pareciam pratos. Ouvi alguns gritos muito altos e tenho a certeza que era a Carrie a gritar. Gritou muitas vezes ‘sai’ e ‘sai do meu apartamento’. Ele (Johson) recusava. E depois dos gritos houve silêncio”, relata ao The Guardian um vizinho.

“Às 00h24 de sexta-feira, dia 21 de junho, a polícia respondeu a uma chamada de um residente local. A pessoa que nos chamou estava preocupada com o bem-estar de uma vizinha. A polícia esteve no local e falou com os residentes da casa, que estavam seguros e bem. Não houve agressões nem alertas para os agentes e não foi preciso agir”, explica a polícia local em comunicado.

Um vizinho disse ao The Guardian que gravou a altercação por estar preocupado com Symonds. No áudio, ouve-se Johson a recusar sair do apartamento. Johson terá ainda gritado “sai do meu portátil, c*******” e seguiu-se um estrondo. O jornal britânico diz ainda que na gravação se ouve Symonds a acusar o companheiro de estragar um sofá com vinho tinto: “Não te preocupas com nada porque és um mimado. Não te preocupas com dinheiro nem com nada”, terá dito a mulher de 31 anos.

O favorito a suceder a Theresa May começou a namorar com Carrie Symonds no ano passado. Symonds tem sido elogiada por melhorar a imagem de Johnson e também pela sua proximidade à política. Tem acompanhado o candidato na sua campanha para líder dos Conservadores e têm aparecido juntos várias vezes nas últimas semanas.

O casal vive num apartamento numa antiga casa da época Vitoriana. Já afirmaram que se Johnson for eleito para líder dos Conservadores, vão mudar-se para Downing Street, a residência oficial do primeiro-ministro britânico.