Um jovem argentino de 17 anos morreu no passado dia 21 de junho depois de defender com o peito uma grande penalidade. Ramon Coronel sofreu uma paragem cardiorrespiratória

De acordo com testemunhas no local, citadas pelo jornal argentino La Nacion, o guarda-redes conseguiu defender o penálti, correu para uma celebração com os colegas de equipa e pouco depois perdeu os sentidos. A morte foi confirmada esta quarta-feira nas redes sociais da Liga Nortenha de Futebol daquele país.

La Liga Norteña Informa el Fallecimiento del Jugador de Union de Golondrina, Ramon Ismael Coronel (Piki).Acompañamos a…

Posted by Sitio Oficial Liga Regional Norteña De Fútbol 2016 on Wednesday, July 10, 2019

O jovem foi imediatamente transferido para o Hospital de Reconquista, em Santa Fé, mas acabou por morrer horas depois. Também conhecido como ‘Piki’, jogava no clube Unión de Golondrina, numa localidade da província de Santa Fé.

O diretor do hospital, citado pelo mesmo meio de comunicação, garantiu que quando o jovem chegou àquela unidade já estava em paragem cardiorrespiratória e que não respondeu ao protocolo de reanimação. A autópsia não foi realizada nem pedida até ao momento, pelo que não estão apurados os motivos concretos que provocaram a morte.

A família do jovem já se manifestou em relação ao sucedido. “Tudo o que posso dizer é que não entendo porque não estava uma ambulância no local do encontro”, disse Eduardo Coronel, pai do jovem, ao diário argentino.