A produção média no setor da construção cresceu 1,4% em Portugal em junho em comparação com o mesmo mês de 2018, mais do que a média da zona euro e da União Europeia (UE), informou nesta terça-feira o Eurostat.

Dados divulgados esta terça-feira pelo gabinete de estatísticas comunitário, o Eurostat, revelam que, em junho deste ano em comparação com o mês homólogo do ano passado, a produção média no setor da construção subiu 1% na zona euro e 0,6% na UE. Em Portugal, a subida foi maior, de 1,4%.

Tendência diferente verificou-se na comparação em cadeia, já que, relativamente a maio deste ano, a produção média no setor da construção registou em junho uma queda de 1,4% em Portugal, estabilizando na zona euro e descendo 0,3% na UE.

Ainda em termos mensais, Portugal destaca-se por ser um dos países com maiores descidas, a seguir à Eslovénia (-6,7%) e à Roménia (-2,8%). Em sentido inverso, as maiores subidas mensais registaram-se na Hungria (+1,7%), França (+1,2%) e República Checa (+1,0%).

Já em termos homólogos, a acompanhar a subida na produção no setor da construção estiveram Estados-membros como a Roménia (+23,3%), a Hungria (+20,2%) e a Eslovénia (+5,5%), onde se verificaram os maiores aumentos, enquanto as maiores baixas foram registadas na Eslováquia (-2,1%), Reino Unido (-2,0%) e Suécia (-0,9%).