O Presidente da República anunciou esta quinta-feira que a tomada de posse do novo Governo, em princípio, “será quarta-feira ao fim da manhã”.

“Decorre agora o período de eventual apresentação de recursos, 24 horas. Logo a seguir será convocada a primeira reunião da Assembleia da República, que se ocorrer, como se espera, na terça-feira, significa que na quarta-feira de manhã teremos a posse, desejavelmente, de todo o Governo – todos os ministros e todos os secretários de Estado”, explicou.

Em relação ao processo de votação dos emigrantes, que o Livre criticou, e cujos resultados foram esta quinta-feira apurados, o Presidente afirmou que “neste momento, não é uma questão que se coloque” e que irá haver uma reflexão sobre isso no futuro “para encontrar as melhores pistas para equacionar o problema”, citou-o a TSF.

Para já o que interessa é que temos a composição definitiva da Assembleia da República e temos todas as condições para o arranque efetivo da nova legislatura”, diz o Presidente.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, Portugal aproxima-se daquilo que é o habitual noutras democracias europeias: “há eleições e o mais rápido possível há Governo a governar”.