A Coreia do Norte confirmou esta sexta-feira que efetuou um teste com um sistema de lançamento múltiplo de projéteis e que contou com a presença do líder Kim Jong-un, informou a agência de notícias estatal.

Na quinta-feira, a Coreia do Norte disparou pelo menos dois projéteis com este sistema de um local próximo do município costeiro de Yeonpo, na província de South Hamgyong.

Coreia do Norte dispara novamente dois presumíveis mísseis

A agência estatal KCNA informou que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, esteve presente e que mostrou “grande satisfação” com o resultado do teste.

O teste de quinta-feira foi o décimo terceiro teste de armas realizado pela Coreia do Norte este ano, e o quarto em que é usado o sistema de lançamento múltiplo de projéteis. Este último teste parece destinado a forçar Washington a aceitar novas condições no diálogo sobre o desarmamento, que está parado desde o início deste ano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As negociações bilaterais não avançaram desde a reunião de fevereiro em Hanói, onde Washington considerou insuficiente a oferta de Pyongyang para desmantelar os ativos nucleares e recusou a levantar as sanções económicas.

Ambas as partes realizaram uma reunião de trabalho no início de outubro em Estocolmo, mas a reunião foi encerrada com os norte-coreanos a acusarem os norte-americanos de não oferecerem nada de novo e de manterem uma “política hostil”.