A Assembleia do Livre vai reunir no domingo às 9 horas para, entre outros pontos, apreciar e debater o parecer do conselho de jurisdição do partido sobre a polémica entre a deputada e o grupo de contacto (direção).

Em causa a polémica sobre o voto apresentado pelo PCP de “condenação da nova agressão israelita a Gaza” em que, no plenário, a deputada se absteve em vez de votar a favor. O partido veio a público criticar a atuação da deputada e sucederam-se os comunicados e trocas de acusações, que se subiram de tom com as declarações de Joacine Katar Moreira ao Observador, onde garantia não ter apoio da direção do partido desde a campanha eleitoral.

Ao que o Observador apurou, o grupo de contacto do partido ainda não teve conhecimento do conteúdo do parecer que tinha que ter sido apresentado até quinta-feira.

Desde que foi conhecida a decisão de enviar o caso para o conselho de jurisdição a deputada e o assessor optaram por abandonar a rede social Twitter, depois terem também acusado jornalistas de desrespeitar o trabalho da parlamentar na Assembleia da República.