Um tiroteio na entrada de um edifício dos serviços de segurança russos, em Moscovo, fez um morto e pelo menos mais um ferido.

A notícia é avançada pela estação de televisão russa RT, que indica a existência de uma vítima mortal e dois feridos, sendo que não está claro se o morto é um deles. O incidente acontecei na entrada sede da FSB, os serviços federais de segurança russos, no centro de Moscovo. Segundo a estação britânica BBC, as três vítimas serão agentes da FSB.

O autor dos disparos foi um homem que empunhava uma arma automática. Os motivos por trás do tiroteio são ainda desconhecidos, mas vários vídeos nas redes sociais, captados por câmaras amadoras, dão conta dos tiros e de várias pessoas a fugir do local. Não é ainda claro se o autor dos disparos foi um membro das forças de segurança ou um atacante.

Segundo testemunhas no local, os primeiros tiros aconteceram pelas 17h40, hora local (14h40 de Lisboa) e o atacante conseguiu fugir para um prédio nas redondezas. As autoridades abriram uma investigação por homicídio e tentativa de homicídio.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As autoridades acorreram entretanto ao local, onde estão já presentes ambulâncias e forças de intervenção. Segundo avança a BBC, a rua foi evacuada de emergência e os transeuntes colocados dentro dos prédios em redor do local.

O tiroteio ocorre apenas horas depois de uma conferência de imprensa do presidente russo Vladimir Putin. Esta sexta-feira é também um feriado nacional para as forças de segurança russas — o dia dos serviços de segurança.