Uma das maiores feiras de vinhos no mundoProwein, na Alemanha — foi, à semelhança de muitos outros eventos, adiada na sequência do novo coronavírus que tem feito soar alarmes um pouco por todo o mundo. Ainda há esperança de que a feira aconteça numa data alternativa à inicialmente agendada, 15 a 17 de março, mas a única certeza é mesmo a decisão da organização em adiar a Prowein devido às recomendações do governo alemão, que refletem uma medida de contenção do Covid-19, até porque, anualmente, o evento reúne debaixo do mesmo teto cerca de 60 mil visitantes em Düsseldorf.

A pensar nos produtores portugueses que estavam a contar com a Prowein para apresentar os seus vinhos, a empresa Adegga — que há vários anos organiza a feira de vinhos Adegga WineMarket — lançou uma plataforma e criou um evento exclusivamente digital. Em comunicado de imprensa é explicado que a ideia é permitir que os produtores de vinho portugueses possam apresentar as novidades a profissionais do sector de todo o mundo (falamos de compradores, importadores e sommeliers, entre outros destinatários).

A 16 e 17 de março, em Lisboa e no Porto, respetivamente, acontecem entrevistas conduzidas por André Ribeirinho, co-fundador do Adegga e Wine Educator, as quais serão “transmitidas para todo o mundo” em streaming digital, ao vivo e em inglês. A ação é gratuita e aberta aos produtores inicialmente inscritos na Prowein e que se viram afetados com o adiamento da feira. O registo pode ser feito na página www.portugalwineweek.com, onde se encontram também todas as informações disponíveis para a concretização da ação.