O serviço e app de mensagens online do Facebook, o Messenger, registou um crescimento de 70% no número de videochamadas feitas, como noticia o Cnet. Na semana passada, Mark Zuckeberg, o fundador e presidente executivo do Facebook que, além do Messenger, também detém o Instagram e o WhatsApp, afirmou que os números de todos de utilização de todos os serviços têm estado a subir.

De acordo com o mesmo meio, a nível mundial o tempo despendido em videochamadas através do Messenger, duplicou. No caso do WhatsApp, a utilização mais do que duplicou nas regiões que estão a sentir mais o impacto do coronavírus.

Na semana passada, Mark Zuckerberg afirmou que a empresa está preparada para gerir o aumento do tráfego nas plataformas que gere. “Estamos a tentar garantir que esteja à frente neste desafio (…) Atualmente, este não é um surto massivo em todos os países do mundo. Contudo, se chegar lá, precisamos de nos certificar que estamos no topo disso da perspetiva da infraestrutura e de que possamos continuar a fornecer o nível de serviço de que as pessoas precisam num momento como este”, assumiu.

Além deste aumento no Messenger, nas redes sociais a empresa está a registar também um aumento do número de publicações, não especificando números. Em Itália, o país mais afetado atualmente pela pandemia, o número de visualizações de vídeos no Instagram e no Facebook duplicaram também.