O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, já tinha avisado.  despacho publicado esta sexta-feira proíbe deslocações de fim de semana e na Páscoa e o comunicado era claro: “não serão toleradas as chamadas deslocações de fim de semana”. Ainda assim há quem não tenha percebido a mensagem, nem esta nem aquela que as autoridades de saúde não cessam de repetir: a única forma de parar o contágio é ficando em casa.

“A Covid-19 não vai de fim de semana”, alerta a GNR. Portugueses surpreendidos com ações de fiscalização das forças de segurança

Em Lisboa, além da saída pela Ponte 25 de Abril, outro dos pontos onde a PSP tem “uma grande operação montada” é a Avenida Marginal, no sentido Lisboa-Cascais. “Também há muitas pessoas a tentar aceder à marginal no sentido Cascais. É preciso que se reduza ao mínimo as deslocações para fora do domicilio”, afirmou Nuno Carocha.

Na Ponte 25 de Abril, no sentido norte-sul, a operação da PSP é também para “sensibilizar os automobilistas para o cenário que Portugal atravessa neste momento”, explica uma fonte oficial da PSP ao Observador.

“É sobretudo uma ação de sensibilização mas sim, estamos a convidar as pessoas a regressarem a Lisboa quando nos responder que vão passear ou que vão até à praia”, explica a mesma fonte.

No entanto a saída de Lisboa através da Ponte 25 de abril não está fechada mas é necessário que as pessoas apresentem uma “justificação que se enquadre nas exceções previstas na lei”, explica a mesma fonte ressalvando ainda que os agentes da PSP não deixam de sensibilizar as pessoas mesmo nesses casos. “Se nos dizem que vão auxiliar familiares, às compras de alimentos ou para casa, nesses casos sim, seguem o seu caminho mas sensibilizamos e apelamos a que demorem o menos tempo possível, que contactem com o menor número de pessoas possível e que regressem rapidamente para suas casas”.

Em Cascais a PSP está a bloquear os acessos à praia de Carcavelos junto à Feira de Carcavelos, junto à Quinta dos Lombos e também à estação de comboios de Carcavelos.