Os CTT e a Uber estabeleceram uma parceria para alargar a outras cidades o serviço de entregas rápidas, até duas horas (em áreas urbanas) dos correios, serviço que até esta quarta-feira só se encontra disponível em Lisboa, Porto e Braga. A parceria diz respeito ao serviço “Expresso para hoje”, que, através da Uber, vai ser alargado a Aveiro, Coimbra, Évora, cidades do Algarve e Funchal.

A medida surge no decorrer do Estado de Emergência, provocado pela pandemia de Covid-19, e vai servir para haver “maior conveniência de todos”.  João Sousa, administrador executivo dos CTT, diz que “a sinergia entre ambas as plataformas irá proporcionar uma maior vantagem às pessoas e empresas que, ficando em casa, poderão satisfazer os seus pedidos de entrega com rapidez e conveniência, fazendo com que a economia continue a funcionar, ligando pessoas e empresas.”

Para Manuel Pina, diretor-geral da Uber, a parceria vai permitir “entregar as encomendas em casa dos portugueses de forma rápida e eficiente, ao mesmo tempo que contribuímos para que os motoristas façam mais viagens quando estão ligados à aplicação”.

Como é que a parceria vai funcionar? O cliente pode realizar os  pedidos através da aplicação no telemóvel “CTT Now” ou no site dos CTT e solicitar o envio da sua encomenda, acompanhando o percurso do estafeta até ao momento da entrega. Quando o serviço é concretizado por um motorista da Uber o cliente recebe um email.

Em Aveiro, Coimbra, Évora, cidades do Algarve e Funchal o serviço estará disponível para distâncias até 10kms entre o ponto de recolha e o de entrega dos pedidos efetuados. Nas cidades de Lisboa, Porto e Braga, o serviço Expresso para Hoje, continua a funcionar para distâncias superiores a 10Km.

Os CTT têm vindo a estabelecer várias parcerias para a promover a sustentabilidade do tecido empresarial, como a que tem com a Associação Nacional de Farmácias para a entrega de medicamentos em casa, com o Governo para a criação de lojas online e ajudar o retalho a entrar no comércio eletrónico, e um conjunto de descontos nos preços dos serviços digitais para empresas e clientes particulares, até 30 de abril.

A Uber também está a desenvolver uma nova solução para ajudar a fazer entregas,  o Uber Drop-Off. As duas empresas dizem estar a implementar medidas de mitigação de contágio por CoViD-19 e apelam ao seguimento rigoroso das recomendações da Direção-Geral da Saúde.

Motoristas da Uber vão poder entregar compras em casa e Uber Eats vai incluir lojas de conveniência