O Governo dos Açores mostrou-se esta segunda-feira satisfeito pelos elogios do Presidente da República (PR) feitos no domingo aos profissionais de saúde da região envolvidos no combate à pandemia de Covid-19.

“Ouvir o nosso representante máximo, o Presidente da República, a elogiar-nos deixa-nos ainda mais contentes e na certeza de que temos excelentes profissionais a fazer todo o seu caminho, todos os dias, da melhor forma”, referiu a secretária regional com a tutela da Saúde, Teresa Machado Luciano.

Marcelo Rebelo de Sousa visitou no domingo o concelho do Nordeste, que foi o mais afetado pela pandemia de Covid-19 nos Açores, com 54 casos e 12 mortes registados.

Durante a visita, o chefe de Estado considerou os profissionais do centro de saúde daquele concelho como um “exemplo a nível nacional”.

Teresa Machado Luciano referiu que os profissionais de saúde, os bombeiros e as forças de segurança são um “orgulho” para a região: “Os açorianos estão sempre protegidos com os melhores profissionais”, disse, numa sessão de entrega de material no hospital de Ponta Delgada.

A secretária da Saúde disse ter sempre uma “postura de diálogo” com as ordens profissionais e sindicatos, mas assumiu que “ainda há muito a fazer” para atender às reivindicações dos profissionais de saúde.

“O caminho faz-se caminhado e ainda há muito a fazer e podemos ter a certeza que vamos sempre melhorar”.

O Governo dos Açores, indicou, fez um investimento de 9,3 milhões de euros na aquisição de material de proteção individual para que exista sempre “um stock para seis meses garantido”.

“Em termos de secretaria, fizemos um investimento de 9,3 milhões de euros em equipamento de várias ordens que tem vindo a chegar. Neste momento a questão dos equipamentos de proteção individual não é uma questão felizmente na Região Autónoma dos Açores”, afirmou.

A governante falava numa sessão de entrega de câmaras de proteção no ato de entubação, doadas pelo movimento “Todos por quem Cuida”.

“Esta é uma doação da Ordem dos Médicos de 17 proteções individuais para quem está entubado ou a desentubar. É sem dúvida nenhuma uma mais-valia para nós”, assinalou, referindo que já foram doados cerca de 624 mil euros pela sociedade civil às unidades de saúde da região durante o período de pandemia.

O movimento “Todos Por Quem Cuida” foi criado pela Ordem dos Médicos e pela Ordem dos Farmacêuticos, com o apoio da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica, com o objetivo de distribuir material médico pelas instituições do país.

A presidente do Conselho Médico dos Açores da Ordem dos Médicos, Isabel Cássio, por seu turno, destacou que 10 das câmaras vão para o Hospital de Ponta Delgada, quatro para o da Terceira e três para o da Horta.

É uma altura [da entubação e desentubação de doentes] em que há muita produção de aerossóis e por isso o risco de contaminação é muito grande. Então as caixas foram construídas exatamente para essa proteção”, destacou.

Os Açores não registaram, nas últimas 24 horas, novos casos positivos de Covid-19 e a região continua sem qualquer caso ativo de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, segundo a Autoridade de Saúde Regional.