Uma visita de trabalho a Moçambique do ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov, foi adiada para data a definir devido à pandemia de Covid-19, anunciou o embaixador russo em Maputo, realçando que o interesse se mantém em vários projetos.

“Infelizmente, devido à pandemia de Covid-19, foram adiadas as reuniões da Comissão Inter-Governamental Mista de Cooperação Económica e Técnico-Científica”, afirmou Alexander Surikov, em declarações à Agência de Informação de Moçambique (AIM).

Do mesmo modo, foi também cancelada a deslocação de Rustam Minnikhanov, presidente da República de Tartaristão, considerada a sexta maior economia entre os membros da Federação Russa.

Ambos os governantes iriam viajar até Moçambique com empresários dos setores da indústria transformadora, transportes e comunicações, produção de equipamentos e maquinarias, apontou o diplomata russo.

Os constrangimentos criados pela pandemia da Covid-19 também estão a comprometer a materialização de projetos de cooperação na área energética, admitiu Alexander Surikov.

“Da nossa parte, há interesse concreto em participar na realização de vários projetos de aumento de produção de energia, tanto térmica como hídrica, e de transmissão elétrica”, enfatizou.

O embaixador russo avançou que o seu país também está disponível para desenvolver infraestruturas portuárias e no setor agrário.

“É certo que quando a pandemia acabar vamos realizar as visitas mencionadas e organizar ainda mais intercâmbios comerciais”, assegurou.

Em outubro, os dois países firmaram compromissos para projetos de investimento em várias áreas, no âmbito da participação do Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, na cimeira Rússia-África realizada na cidade russa de Sochi.