A Itália registou hoje sete mortes associadas à covid-19 e viu o número de novos casos descer para menos de 200, o que acontece pela primeira vez em três dias, informou a Proteção Civil.

Nas últimas 24 horas, foram comunicados 192 novos contágios, mas as autoridades indicaram que foram feitos apenas 37 mil testes, quando habitualmente se realizam cerca de 70 mil.

O número de mortes associadas à covid-19 em Itália subiu agora para 34.861 desde fevereiro, num total de 241.611 casos.

Desde sábado foi comunicada a recuperação de 164 pessoas e atualmente há apenas 74 pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos.

A Lombardia registou 98 dos 192 novos casos, enquanto a Emilia-Romagna teve 24 e Piemonte 18, havendo nove regiões italianas sem novos casos de infeção.

A região de Lazio, cuja capital é Roma, registou mais 14 casos em relação a sábado e está a ser vigiada pelas autoridades, depois de nos últimos dias ter surgido um novo foco de contágio. O presidente desta região, Nicola Zingaretti, pediu hoje nas redes sociais que se respeitem as regras para evitar infeções.

“Os contágios aumentam porque muitos não respeitam as regras. As atitudes arrogantes e irresponsáveis põem em risco a segurança dos outros”, afirmou.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 530 mil mortos e infetou mais de 11,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.