A aventura eléctrica do Grupo Volkswagen arrancou em Zwickau, fábrica antiga que foi reformulada por completo para ser optimizada para veículos eléctricos. Não daqueles “enxertados”, que nasceram como carros com motores de combustão e que depois foram reconvertidos em eléctricos sem conseguir aproveitar todas as vantagens da tecnologia, mas sim de modelos cujas estruturas foram concebidas desde a primeira hora para alojar baterias e os menos volumosos motores eléctricos. Sabe-se agora que Emden é a fábrica que se segue, no capítulo da reformulação para carros a bateria.

Se Zwickau foi actualizada para produzir 330.000 eléctricos por ano, a partir de 2021, Emden recebeu um investimento de 1000 milhões de euros de forma a acolher em novos edifícios linhas de fabricação para modelos EV, permitindo que as linhas actuais continuem a montar os VW Passat e Arteon. A ampliação de Emden reservada exclusivamente para eléctricos a bateria deverá estar laborar em 2022, sendo o VW ID.4, o SUV eléctrico da marca concebido sobre a plataforma MEB, o primeiro a ser ali fabricado.

De recordar que, ainda ontem, a Seat anunciou um investimento similar, mas substancialmente mais importante, alocando 5000 milhões de euros para passar a fabricar veículos eléctricos em Martorell. E espera-se que as linhas de produção do grupo em Hanôver, Dresden e Zuffenhausen usufruam do mesmo tipo de actualização para passarem a construir modelos eléctricos.

4 fotos

A adaptação para a produção de veículos alimentados por bateria está igualmente a decorrer na fábrica da Porsche, em Leipzig, onde irá ser fabricado o próximo Macan eléctrico. Este fabricante já produz o seu eléctrico Taycan em Zuffenhausen, numa nova ala de onde sai a produção total do modelo, limitada a 20.000 unidades/ano.

O SUV eléctrico deverá ter um ritmo de produção superior, tanto mais que o Macan com motores de combustão é, desde que surgiu, o Porsche que a marca mais fabrica e, obviamente, comercializa. Se o actual Macan tem por base o chassi e mecânicas do Audi Q5, é provável que o Macan eléctrico possa utilizar a base do novo Q4 e-tron, veículo de dimensões similares ao SUV da Porsche.