O Rocket League, um videojogo online de futebol com carros a grandes velocidades, vai passar a ser gratuito “este verão”. A notícia foi avançada pela produtora, a Psyonix, que anunciou ainda que o videojogo vai deixar de estar disponível no Steam, uma das maiores lojas digitais de jogos, e passa nos computadores para a plataforma concorrente, a Epic Store.

De acordo com a Psyonix, quem já tiver adquirido o videojogo no Steam vai poder continuar a jogá-lo e este vai manter-se na biblioteca do utilizador. Contudo, para novos jogadores nos computadores, a única hipótese vai ser instalar através da Epic Store. O jogo, que atualmente custa cerca de 20 euros, vai passar a ser gratuito também para as consolas, diz a produtora.

Esta novidade surge pouco mais de um ano depois de a Epic Games ter adquirido a Psyonix (maio de 2019) por um valor que nunca foi divulgado. A Epic Games, que também está por detrás de outros videojogos de sucesso gratuitos, como o popular Fortnite, tem investido nos últimos meses na sua plataforma digital de jogos oferecendo títulos gratuitos para concorrer com o Steam, que pertence à Valve.

Afinal, era mesmo marketing. O Fortnite voltou e está diferente

Apesar de videojogos como o Fortnite serem gratuitos, os jogadores podem adquirir itens para customização do jogo. Isto permite às empresa obter rentabilidade sem cobrar o jogo base, num modelo de negócio semelhante ao que muitas aplicações de jogos gratuitas para smartphones utilizam.

O Rocket League, lançado em 2014, já oferece atualmente vários itens pagos customizáveis para também daí obter receita. Uma das maiores críticas do fãs, como refere o Kotaku, é que muitos destes itens são ganhos enquanto o jogador vai progredindo mas, para os desbloquear, tem de pagar um montante. Isto leva este popular site de notícias de videojogos a afirmar que “o ‘Rocket League’ já parecia um jogo grátis para jogar muito antes do anúncio” desta quarta-feira, porque já incentiva a que o jogador investisse dinheiro para desbloquear conteúdos.

Seis equipas, um jogo de computador e um prémio de 220 mil euros: a “Fórmula 1 dos eSports” passa por Lisboa

Atualmente, o Rocket League está disponível nos sistemas operativos Microsoft Windows, macOS e Linux. Além disso, o jogo pode ainda ser adquirido para a PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch. Ao longo dos cinco em que foi lançado, este tem-se tornado um dos videojogos de competição de eSports (desportos eletrónicos) mais populares. Há competições nas quais os vencedores chegam a ganhar centenas de milhares de euros.