O surto de Covid-19 na freguesia do Ciborro, no concelho de Montemor-o-Novo, distrito de Évora, está “estabilizado”, apesar de registar um dos dois novos casos reportados esta sexta-feira pelo município, disse a presidente da junta.

O Ciborro contabiliza, agora, 15 dos 36 casos ativos no concelho de Montemor-o-Novo, números que dizem respeito aos resultados dos testes conhecidos até às 21:00 de quinta-feira, dia em que foi registado, também, o primeiro caso curado desde que o atual surto foi divulgado.

“Os novos casos que têm aparecido são de pessoas que já estavam de quarentena, portanto, estão perfeitamente identificados dentro das cadeias de contágio conhecidas e não há novos casos na comunidade”, justificou a presidente da Junta de Freguesia do Ciborro, Nélia Campino, em declarações à agência Lusa.

A povoação, que é atravessada pela Estrada Nacional (EN) 2, um dos roteiros turísticos do país, está, portanto, a “entrar na normalidade” com a reabertura de cafés e restaurantes, dos quais apenas um ainda se encontra “encerrado por motivo de doença” dos proprietários.

No que diz respeito à globalidade do concelho de Montemor-o-Novo, de acordo com fonte municipal contactada pela Lusa, continuam três pessoas internadas em hospital, uma das quais em cuidados intensivos. O município informou, ainda, que, entre as várias instituições do concelho que estão a ser testadas, a Santa Casa da Misericórdia de Cabrela já “recebeu os resultados, tendo sido todos negativos para Covid-19”.

Os testes na comunidade e aos grupos profissionais que lidam com pessoas mais vulneráveis continuam a decorrer, de acordo com uma nota informativa da câmara.

A Câmara de Montemor-o-Novo ativou, em 17 de agosto, o Plano Municipal de Emergência (PME) de Proteção Civil, que se encontra em vigor até ao dia 31.

O surto neste concelho alentejano foi divulgado em 17 de agosto.

Portugal contabiliza pelo menos 1.815 mortos associados à Covid-19 em 57.074 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).