A Segunda Liga arrancou esta quinta-feira no António Coimbra da Mota sem público mas dentro da normalidade possível, com o Estoril a vencer o Arouca pela margem mínima com um golo de André Vidigal aos 54 segundos a decidir um encontro marcado também pelo feito de Vanessa Gomes, a primeira árbitra assistente de sempre a atuar num jogo de futebol profissional masculino em Portugal. Esta sexta-feira a jornada prossegue mas essa tal “normalidade” já foi abalada, com o Desp. Chaves a ter quatro casos positivos entre o seu plantel.

“Cumprindo o plano de retoma da Liga Portuguesa de Futebol para o início das competições profissionais e o plano de contingência em vigor no clube, o Conselho de Administração da SAD e a Direção do clube informam que os testes de despistagem à Covid-19 realizados no dia de ontem [quinta-feira] aos jogadores, técnicos, staff e estrutura diretiva do GD Chaves tiveram quatro casos positivos”, anunciou o clube em comunicado.

“Embora assintomáticos, os jogadores Samuel Silva (Samu) e Raphael Guzzo, e os treinadores adjuntos Pedro Machado e Tiago Castro, testaram positivo, estando neste momento isolados, seguindo as normas da DGS [Direção-Geral da Saúde], contando com o total apoio da SAD e do clube”, acrescentaram os transmontanos.

Jogo da Seleção Sub-21 frente à Bielorrússia adiado por existência de casos positivos de Covid-19

Ainda assim, e ao contrário do que se passou com o jogo dos Sub-21 de Portugal com a Bielorrússia, o encontro não corre o risco de ser adiado. E porquê? Tudo entronca na análise feita pelas autoridades de saúde regionais sobre o que está em causa. No caso dos Sub-21, e depois de terem sido detetados três casos positivos entre atletas bielorrussos (número que entretanto aumentou), a decisão foi colocar toda a comitiva de quarentena e juntar as duas federações para tomar a decisão conjunta de suspender a partida. Neste caso, a interpretação terá sido apenas de isolar de imediato os infetados em causa, que não voltaram a ter contacto com o restante plantel, ao contrário do que se passou com a Bielorrússia que esteva sempre concentrada nos mesmos espaços.

Teste positivo para Covid-19 deixa Belenenses SAD sem guarda-redes no banco frente ao FC Porto

A decisão, neste e em qualquer outro caso, é tomada pelas autoridades regionais de saúde locais que, perante a questão, analisam os dados e dão indicações sobre os passos a tomar de seguida. Um exemplo prático: João Monteiro, guarda-redes do Belenenses SAD, teve um teste positivo antes do jogo no Dragão frente ao FC Porto e a decisão passou por isolar não só o jogador infetado mas tirar também do jogo André Moreira, outro dos guarda-redes do plantel dos azuis, por ter sido determinado que deveria fazer isolamento profilático.

Insólito: Filipe Froes autorizou André Moreira do Belenenses SAD a jogar, Graça Freitas tirou-o do banco ao intervalo