A dias de o Governo reunir num conselho de ministros extraordinário para decidir medidas de controlo da pandemia, uma sondagem da Aximage para o JN e a TSF vem concluir que oito em cada dez (mais precisamente, 81%) dos portugueses defendem um recolher obrigatório, uma medida que tem sido aplicada em vários países.

A sondagem resultou de 694 entrevistas e foi realizada entre os dias 22 a 26 de setembro, ou seja, ainda antes de os autarcas da área metropolitana do Porto virem a público defender a medida. Mas depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter admitido a possibilidade caso haja um “agravamento brutal da situação”.

Autarcas do Grande Porto pedem ao Governo que imponha recolher obrigatório

Por outro lado, há menos pessoas a defender um novo confinamento: se há um mês eram 47%, agora são 39%. Metade responde que não quer uma medida tão radical (11% não sabe nem responde). Esta oposição é maior entre os mais velhos.

A mesma sondagem concluiu ainda que metade dos portugueses inquiridos conhece alguém que tem ou já teve Covid-19, contra 48% que responde ‘não’. Além disso, as situações em que os portugueses mais temem o contágio são festas e grandes ajuntamentos, seguindo-se os transportes públicos.