A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) lamentou esta sexta-feira que os bombeiros “não sejam citados expressamente” como incluídos na primeira fase de vacinação contra a Covid-19.

Grupos prioritários, locais de vacinação, prazos. Conheça o plano do Governo ponto por ponto

Em nota informativa, a LBP observa que o plano de vacinação divulgado na quinta-feira, ao não mencionar os mais de 30 mil bombeiros existentes em Portugal, “parece esquecer quem tem estado ao longo do país na primeira linha da resposta à pandemia com esforço e riscos acrescidos associados”.

O plano de vacinação começa por citar os profissionais de saúde diretamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes e os profissionais das forças armadas, forças de segurança e serviços críticos, sem especificar quem são estes últimos e sem ter em conta, em função do número e do risco, o volume de bombeiros inequivocamente associados ao combate à pandemia”, critica a LBP, presidida por Jaime Marta Soares.

No entender da LBP, importa lembrar que os bombeiros, “a par do apoio e socorro a doentes Covid-19, têm continuado a assegurar também o socorro a todas as restantes vítimas de doença súbita e outras situações englobadas no socorro pré-hospitalar, de que são responsáveis em 90% dos casos”.

O que falta no Plano de Vacinação contra a Covid-19?