A Bugatti revelou a sua mais recente criação personalizada, a um par de dias de se assinalar o São Valentim. E o timing não foi mera coincidência: em causa estava a revelação de um Chiron Sport feito à exacta medida das especificações de um cliente que queria expressar o amor pela mulher, na forma de um hiperdesportivo capaz de ir de 0 a 100 km/h em 2,3 segundos, podendo depois prosseguir viagem ao alucinante ritmo de 420 km/h – a velocidade de ponta a que o coupé francês está limitado, por causa dos pneus.

É conhecida a atenção e o cuidado que a marca gaulesa que pertence ao Grupo Volkswagen coloca na produção de cada um dos seus modelos. Tanto que a fábrica de onde saem se chama “Atelier” e a designação nem poderá ser considerada um exagero, como o prova Alice. Foi este o nome dado ao Chiron Sport personalizado que saiu de Molsheim para conduzir ao “País das Maravilhas” a esposa do cliente que o encomendou.

A encomenda foi colocada num dos mais bem-sucedidos concessionários da Bugatti em todo o mundo, segundo a própria marca. Trata-se do H.R. Owen, em Londres, Inglaterra. A partir do contacto feito em terra britânica, o seguimento do pedido ocorreu em solo francês, pois o comprador foi convidado a deslocar-se à sede da Bugatti para viver a “Molsheim Experience”, ou seja, experienciar em todos os sentidos a infinidade de opções de personalização que o fabricante francês disponibiliza. Recorde-se que cada unidade do Chiron Sport exige 2,65 milhões de euros, antes de impostos e extras.

Ao que parece, o cliente em causa não se fez de rogado e decidiu-se por “vestir” a carroçaria nas cores branco mate e rosé seda. O interior prossegue a combinação, sempre com recurso a peles da melhor qualidade e Alcantara, sem esquecer a inscrição “Alice” nos encostos de cabeça e na soleira das portas do hiperdesportivo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O resultado é, evidentemente, inconfundível e muito “feminino”. Daí o nome próprio numa criação que foi projectada para ser memorável, como realça a Bugatti.

Sob o capot mantém-se o poderoso motor de 8,0 litros quadriturbo com 16 cilindros dispostos em “W”, a debitar 1500 cv e 1600 Nm de binário que, conjugado com uma caixa automática de dupla embraiagem (banhada a óleo) e sete velocidades, passa a potência às quatro rodas.