Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O restaurante Bon Bon, que fica no Carvoeiro (Algarve) e tem uma estrela Michelin há seis anos consecutivos vai reabrir já dia 5 de abril, segunda-feira. Depois de no final de 2020 o chef da altura, Louis Anjos, ter abandonado o projeto, esta reabertura — se bem que só a parte de esplanada — marca também o início de um novo ciclo com o novo chef, José Lopes, na liderança da cozinha.

A informação é confirmada ao Observador pelo proprietário e sommelier Nuno Diogo, nome de destaque da cena gastronómica algarvia. “O restaurante Bon Bon estreia a reabertura dos restaurantes com estrela Michelin a partir de cinco de abril”, lê-se num breve comunicado cedido por Diogo. O espaço irá dar uso à sua zona exterior, sempre que “as condições meteorológicas assim o permitam”, com sete mesas disponíveis ao almoço, de segunda a sexta-feira. 

Em novembro de 202o, depois de estar confirmado que o Bon Bon mantinha a sua estrela Michelin — conquistada inicialmente pelo chef Rui Silvestre, que entretanto também saiu do projeto para liderar o igualmente estrelado Vistas, em Cacela Velha –, o então chef residente, Louis Anjos, comunicou que iria sair do restaurante, levando com ele alguns membros da equipa, como o sub-chef Ricardo Luz, que foi vencedor do Concurso Chef Cozinheiro do Ano 2019. Nesse momento o Bon Bon encerrou para o habitual período de descanso do pessoal e remodelações e agora, com o desconfinamento, volta ao ativo. “Em cumprimento com as normas da DGS, o restaurante passará igualmente a abrir a zona interior a partir do dia 19 de abril, passando assim a servir somente jantares, também de segunda a sexta-feira“, explica-se no mesmo comunicado.

José Lopes é o novo chef principal do algarvio Bon Bon. Terá como responsabilidade principal lutar pela manutenção da estrela Michelin. que a casa segura há dois chefs e seis anos consecutivos. D.R.

O novo homem do leme deste Bon Bon é o jovem José Lopes, de 31 anos. Apesar de ainda ser pouco mediático, o cozinheiro tem um vasto currículo. Começou a sua carreira no “A Ver Tavira” (em Tavira), tendo daí seguido para “O Molhe”, no Funchal. O regresso ao continente deu-se  mais tarde e marcou a sua entrada no estrelado espaço lisboeta “Eleven”, do chef Joachim Koerper (Lopes veio a ser chef residente da casa). Daí seguiu para o Tivoli Avenida, o “Pão à Mesa” e o “Clube Lisboeta”, todos na capital. Esta chegada ao Bon Bon será a sua primeira experiência enquanto líder principal de um espaço com estrela Michelin, distinção que vai procurar manter. O menu que será servido nesta reabertura já será totalmente novo e, como tem sido hábito, com uma forte componente da tradição e cultura algarvia.  

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR