Enviado especial do Observador, em Tóquio

Uma é de Portugal, outra é de Espanha mas sem a de Espanha não haveria em termos desportivos a de Portugal: depois da qualificação da espanhola Teresa Portela para as meias-finais do K1 200, a portuguesa Teresa Portela não ficou atrás e garantiu o apuramento direto para as corridas na manhã desta terça-feira, em Tóquio. Assim, a atleta nacional vai tentar a terceira presença numa corrida decisiva dos Jogos, depois de ter ficado em sexto em K4 500 e em oitavo em K1 200 na edição de Londres, em 2012. No Rio de Janeiro, acabou o K1 500 no 11.º lugar.

A canoísta terminou a quarta eliminatória na segunda posição com o tempo de 42,050, apenas trás da chinesa Mengdie Yin (41,688), relegando para os quartos Vanina Paoletti (França, 42,334), Natalia Podolskaia (Rússia, 42,845), Yulia Yuriichuk (Ucrânia, 43,760), Sara Milthers (Dinamarca, 43,863) e Yuka Ono (Japão, 45,251).

Antes, a espanhola Teresa Portela, antiga campeã mundial e europeia que é a grande inspiração da atleta do Benfica e que procura a sua primeira medalha olímpica aos 39 anos, tinha também assegurado a passagem direta às meias vencendo a terceira eliminatória. Emma Astrand Jorgensen (Dinamarca), Francesca Genzo (Itália), Dora Lucz (Hungria), Marta Walczykiewicz (Polónia), Anna Karasz (Hungria), Lisa Carrington (Nova Zelândia) e Svetlana Rocchernigovskaya (Rússia) completaram o lote de dez apuradas diretas para as meias.

“Quando conheci a Teresa Portela tinha dez anos. Nessa altura, fazia alguns estágios em Espanha e as pessoas diziam-me que também havia uma Teresa Portela na equipa de Espanha. Ela é muito boa e alguém muito importante para mim porque é uma inspiração, alguém a ver e ter em conta na canoagem”, explicou este ano a atleta do Benfica à Federação Portuguesa de Canoagem, citada pela página oficial dos Jogos Olímpicos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Joana Vasconcelos terá de passar pelos quartos para lutar por uma lugar na fase seguinte, após terminar a segunda eliminatória na quinta posição (43,059). Dora Lucz (Hungria) e Marta Walczykiewicz (Polónia) foram as duas atletas da série que asseguraram a entrada direta nas meias-finais de amanhã.

Em atualização