João Aranha, o primeiro presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, morreu esta quarta-feira. A notícia foi divulgada pelo próprio organismo, que já anunciou que todos os jogos da 5.ª jornada da Primeira e da Segunda Liga terão um minuto de silêncio antes do apito inicial. João Aranha tinha 98 anos.

“É um dia profundamente triste para todos nós que acordámos com a notícia do falecimento do nosso querido fundador da LPFP, João Aranha. O legado do nosso primeiro presidente é enorme e será honrado para sempre. À família, aos amigos e a todos os que tiveram o privilégio de consigo privar e trabalhar, deixo uma palavra de alento nesta hora de dor”, disse Pedro Proença, o atual presidente da Liga, em comunicado.

Proença “lamentou profundamente” a morte de João Aranha, que será então homenageado na 5.ª jornada dos dois principais Campeonatos portugueses, disputada entre esta sexta-feira e a próxima segunda-feira. “O seu nome ficará para sempre na história do futebol profissional, uma vez que foi o primeiro presidente da LPFP, onde desempenhou funções entre 1978 e 1980”, completou a nota oficial da Liga.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Para além de fundador e primeiro presidente da Liga de Clubes, João Aranha foi ainda jornalista e cronista, liderou a Associação de Futebol de Lisboa, foi presidente da CUF e vice-presidente do Sporting ao lado de João Rocha, sendo que também chefiou o departamento de futebol dos leões, que já emitiram uma nota de pesar pela morte antigo dirigente.

“O Sporting Clube de Portugal manifesta o seu pesar pela morte de João Aranha, antigo vice-presidente do emblema de Alvalade que faleceu na última quarta-feira aos 98 anos de idade. João Aranha pertenceu à Gerência liderada por João Rocha entre 1975 e 1978, tendo assumido a vice-presidência para as actividades desportivas profissionais. Foi ainda fundador e o primeiro presidente da Liga Portugal e liderou a Associação de Futebol de Lisboa e a CUF. Aos familiares e amigos, o Sporting CP endereça as mais sentidas condolências, não deixando de enaltecer e agradecer os anos de dedicação e devoção ao Clube”, pode ler-se no comunicado do clube de Alvalade.