Yorick Brown (Ben Schnetzer) é um jovem adulto – já não tão jovem quanto isso – que decide fazer carreira como mágico. O que mantém vivo tal sonho é a garantia de uma mãe congressista que lhe paga a renda de vez em quando (quase sempre) e a determinação impossível de um puto mimado. O seu melhor amigo é um macaco com nome (Ampersand) com quem pratica muitos dos seus truques. No início de “Y: The Last Man” assiste-se ao protagonista a sonhar com um futuro impossível, um casamento com a namorada de sempre que, ao contrário dele, tem ambições “reais” e uma carreira pela frente. Ela não lhe diz, mas fica subentendido: Yorick é um empecilho e ela não vê futuro com ele. Nas horas seguintes, um evento abate-se sobre a Terra: todos os seres com o cromossoma Y morrem. Todos, exceto Yorick e Ampersand. Exato, o nosso futuro é com eles. Essa é a premissa de “Y: The Last Man”, que se estreia dia esta quarta-feira, 22 de setembro, no Disney+.

Há vários anos que se tenta adaptar “Y: The Last Man” para televisão. Já existiu muita gente envolvida em várias frentes, mas só agora é que finalmente está a acontecer. Chega num momento favorável. A série é a adaptação de uma banda-desenhada de Brian K. Vaughan e Pia Guerra, criada em 2002 (em 2003 saía o primeiro número de The Walking Dead, curiosamente), e conta a história do pós-apocalipse, deste mundo em que todos os homens morreram e é agora governado pelas mulheres. Chega a televisão no ano em que se estreia a última temporada de “The Walking Dead”, com a fórmula certa para ocupar este lugar na cultura popular contemporânea. Além disso, a narrativa de “Y: The Last Man” é muito favorável a um mundo que está a sair da pandemia, à procura de reconfigurar o que significa a igualdade e a justiça, seja em relação a género ou raça.

[o trailer de “Y: The Last Man”:]

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.