Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A terceira dose da vacina contra a Covid-19 foi administrada a cerca de 60% dos portugueses com 80 ou mais anos. O número foi avançado esta terça-feira à noite pelo coronel Carlos Penha Gonçalves, coordenador da task force para o processo de vacinação, que em entrevista à RTP3 lembrou que falta ainda imunizar cerca de 200 mil pessoas da mesma faixa etária.

O responsável reconheceu que tem havido alguma dificuldade em chamar as pessoas para o reforço, ao contrário do que aconteceu com a vacina contra a gripe. “Isso deixou-nos um pouco preocupados”, admitiu o coronel. “Ficámos na situação de tentar chamar essas pessoas à vacinação usando todos os meios ao nosso dispor.”

Perante as dificuldades, a task force decidiu enveredar pelo modelo Casa Aberta, no qual os utentes têm de se dirigir diretamente ao centro de vacinação ou de saúde da área de residência. “Obviamente que é um processo que é menos controlado e pode provocar alguns entupimentos em alguns centros de vacinação. E isso foi o que aconteceu no último fim de semana”, confirmou.

O coronel indicou que os portugueses com mais de 65 anos já estão a ser chamados e deixou um apelo a que respondam ao contacto dos serviços de saúde. “O apelo é que essas pessoas venham à vacinação. O reforço da vacinação é importante para a sua proteção, tanto agora para a época do Natal como para os meses seguintes do inverno”, lembrou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR