819kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Luís Campos e Cunha

Convidado

Artigos publicados

Legislativas 2024

E agora?

Os resultados das eleições — uma desgraça incalculável — são também uma oportunidade para pensar o País. Foram eleições e muito participadas, não são mais uma sondagem. São um facto.
Política

O semvergonhismo

Uma personalidade “sem-vergonha” é alguém capaz de não ter vergonha de usar a demagogia do populismo e consagra-se um mentiroso na luta política. É o mundo em que vivemos do semvergonhismo.
Salários

Salários baixos?

Não é estar contra aumentos de salários ou diminuição da precariedade, é salientar que a causa dos salários baixos não está aí. Está nas taxas e impostos que as empresas devem suportar para sobreviver
Economia

Pandemia económica, revisitada

Vendo a coisa de outro modo. Se no final do ano considerarmos que, tudo somado em Dezembro, o país parou o equivalente a dois meses inteiros (versão otimista), então a queda do PIB seria de 17%!
Coronavírus

Pandemia económica

Antes os cientistas terão de dizer o que vai acontecer ao vírus, depois podemos tentar fazer umas contas. Esqueçam os modelos económicos, nesta altura não servem para nada. Desta vez é mesmo diferente
Bloco de Esquerda

O BE: social-democrata?

O programa eleitoral do BE é social democrata? Não é, e tem subjacente tudo o que o BE tem defendido como Bloco de (extrema) Esquerda. É lobo com pele de cordeiro, mostra oportunismo e populismo.
Ensino Superior

Propinas, 44 anos depois...

A estupidez das propinas zero não tem limites. Há a esperança de haver outro ministro até lá, mas a incerteza continuará por muitos anos, dificultando estratégias de desenvolvimento do ensino superior
Política

Fascismo e salazarismo

Salazar não era revolucionário como o fascismo, era conservador. Era mesmo avesso ao progresso industrial, era reacionário, via a felicidade do povo na ruralidade: cada família com a sua junta de bois
PGR

Joana Marques Vidal

Há bons argumentos para mandatos longos e únicos para funções públicas como a de PGR. Mas há um diabo de um detalhe: é que tem de estar claro, na lei, desde o início, que o mandato é único. E não está
Eleições no Brasil

É bom ser Tuga

Ter de escolher entre um saudosista da ditadura de 1964 e a insegurança e corrupção garantida pelo PT é triste. Como escolher entre alguém tido como fascista e um democrata talvez corrupto é dramático
Lisboa

Portagens e transporte público

Tal como em outras cidades, deveria existir uma portagem a todos os carros que entram em Lisboa. Se vêm de Sintra ou da Amadora, não importa, são viaturas que utilizam os equipamentos da cidade.
Bloco de Esquerda

Taxa Robles

A taxa Robles, produto da casmurrice ideológica em cima da ignorância do funcionamento dos mercados, teria o efeito de fazer perdurar a “especulação imobiliária”, o contrário do pretendido pelo Bloco.
Emprego

Precariedade

A solução para o “desemprego a prazo” não é colocar a empresa no dilema do tudo ou nada, mas antes dar-lhe a possibilidade de renovar o contrato com a imposição de ser por um prazo crescente.
Futuro da Grécia

A Grécia e Nós

A vida será dura para os gregos, o que não é indiferente às pessoas de boa vontade. Mas temos de pensar na nossa casa e os políticos — da atual ou duma futura maioria — devem ter cuidado com a palavra

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos