Logo Observador
Reino Unido

Reino Unido importou quase 700 mil ovos contaminados com fipronil

O Reino Unido terá importado 700 mil ovos contaminados e não os 21 mil antes anunciados. A conclusão foi da Food Standards Agency. Ainda assim, não deve representar perigo para a saúde pública.

PATRICK HUISMAN/EPA

Quase 700 mil ovos contaminados pela utilização inadequada do inseticida fipronil em aviários foram importados para o Reino Unido, anunciou a agência de segurança alimentar britânica esta quinta-feira.

É provável que o número de ovos que chegaram ao Reino Unido esteja mais próximo dos 700.000 que dos 21.000 que pensávamos anteriormente que teriam sido importados” de aviários na Holanda, informou a agência, Food Standards Agency (FSA), na sua página na internet. A agência precisou que o número corresponde a 0,007% dos ovos consumidos anualmente no país, pelo que “é altamente improvável que representem algum risco para a saúde pública“.

Dezenas de produtores da Bélgica e da Holanda estão a ser investigados depois da deteção de ovos contaminados com fipronil, um inseticida cuja utilização em animais que se destinam ao consumo alimentar está proibida.

Ovos contaminados terão sido importados para a Alemanha, França, Luxemburgo, Reino Unido, Suécia, Suíça. Segundo a Direção-Geral da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural (DGAV), e os ovos em causa não estão à venda em Portugal.

No caso do Luxemburgo, revelado na quarta-feira, os ovos contaminados foram colocados à venda em supermercados, mas também utilizados na confeção de refeições congeladas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt