Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Os juros exigidos pelos investidores para deter dívida pública portuguesa estão a cair em todos os prazos, em especial na dívida a cinco anos, cujos juros caem mais de uma décima, depois de na sexta-feira a agência de rating Moody’s ter subido a nota de Portugal.

A Moody’s subiu em um nível o rating de Portugal na sexta-feira, de Ba2 para Ba1, e alterou a perspetiva sobre a notação financeira para estável.

Hoje, na primeira sessão depois do anúncio, os juros exigidos pelos investidores estão a descer e a descida até tem sido maior à medida que o dia avança.

Na dívida a dois anos, por exemplo, os juros caíam 0,055 pontos percentuais, para os 0,739% — um mínimo histórico, registado pelo menos desde a entrada no euro, anota o Diário Económico. Os juros exigidos pela dívida a cinco anos tinham uma redução mais expressiva, 0,17 pontos percentuais, para os 2,075%.

Na dívida a 10 anos, os juros caíam 0,087 pontos percentuais, para os 3,557%.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR