*** Serviços áudio e vídeo disponíveis em www.lusa.pt ***

Bruxelas, 31 ago (Lusa) — O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, saudou hoje, em Bruxelas, a escolha do polaco Donald Tusk para futuro presidente do Conselho Europeu, destacando que se trata de “um político extremamente experiente” e um “homem muito competente e capaz”.

Falando à imprensa portuguesa no final de uma cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia marcada pela designação do sucessor de Herman Van Rompuy na presidência do Conselho Europeu, bem como da nova Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros, a italiana Federica Mogherini, Passos Coelho afirmou-se convicto de que ambos “estarão certamente à altura” dos cargos que vão ocupar dentro de poucos meses.

Sublinhando a escolha de Tusk para presidente do Conselho Europeu, apontou que se trata de um “profundo conhecedor não apenas da União Europeia e das suas instituições”, como é também “um interlocutor muito conhecido por todos os membros do Conselho Europeu”, pois é dos líderes europeus há mais tempo em funções (foi primeiro-ministro da Polónia ao longo dos últimos sete anos).

“É um europeísta convicto, um homem muito competente e muito capaz”, disse, acrescentando ainda tratar-se de alguém com quem trabalhou pessoalmente “muito de perto” nos últimos anos, designadamente no quadro das negociações do quadro financeiro da UE para 2014-2020 — “juntos conseguimos redinamizar o grupo dos amigos da coesão”, disse -, e também no domínio da política energética.

“Tenho muita confiança em que o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, traga para esta nova fase em que estamos a viver (…) não só uma grande experiência, como também a expressão de uma grande nação da UE, que é a Polónia”, afirmou.

ACC/IM/IG// ATR

Lusa/fim