A Newshold (NH) anunciou hoje que tem uma participação inferior a 4% na Cofina, ao contrário do que se lê no ‘site’ da Cofina, onde a participação atribuída à empresa angolana é de 12,21%.

No comunicado onde anuncia a compra do jornal i, a Newshold avança ter uma participação inferior a 4% na Cofina e a 3% na Impresa.

Na página da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, a participação da NH na Impresa é de 3,21%.

A última vez que o grupo angolano divulgou a sua posição no grupo de media português remonta a novembro do ano passado, quando desceu de 14,99% para 12,21%.

A Newshold chegou a assumir-se como candidata à privatização da RTP. Em dezembro de 2012, o administrador da Newshold Mário Ramires disse que o grupo não exclui nem aceita ser excluído num eventual processo de privatização da RTP.

“A NewsHold está no mercado e não se pode excluir, nem ser excluída, de qualquer corrida. Nem deve ter qualquer complexo para concorrer àquilo que está no mercado. Se a RTP estiver no mercado, claro que a NewsHold poderá concorrer”, afirmou na altura Ramires.

A Newshold é detida pela sociedade Pineview Overseas.