Rádio Observador

Primárias No PS

Seguro e Costa disputam últimos votos no Porto

O tudo por tudo na luta pelas primárias vai ser no Porto. Os Antónios vão fechar a campanha interna com comícios em Porto e Gaia para convencerem a maior distrital do partido. Não há dia de reflexão.

Costa e Seguro encerram campanha sexta-feira

António José Seguro e António Costa têm pouco três dias para convencer o eleitorado socialista a votar nas eleições primárias de domingo. E escolheram o mesmo cenário para o fazer: o distrito do Porto.

Os dois candidatos às eleições, que vão escolher o candidato do PS a primeiro-ministro às eleições legislativas, vão fechar a campanha na sexta-feira à noite. À semelhança de eleições nacionais, o sábado será dia de reflexão. Apesar de não constar do regulamento das eleições primárias, as duas candidaturas concordaram em não fazer campanha até à boca das urnas, dando um dia para reflexão.

António José Seguro fechará as três noites que faltam em comícios em Resende (quarta-feira), Fafe (quinta-feira) e Vila Nova de Gaia (sexta-feira). António Costa estará do outro lado do rio Douro no último dia de campanha, com encerramento no Porto. Na quarta-feira andará mais a sul, em Santarém e na quinta-feira tem marcado um comício na Aula Magna, em Lisboa.

O tudo por tudo entre os dois candidatos no Porto é justificado por ser o distrito com mais simpatizantes inscritos nestas eleições. De acordo com os dados da comissão eleitoral, só no distrito do Porto estão inscritos mais de 37.300 simpatizantes a que acresce o facto de ser a maior federação distrital do partido.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Portugal: um país anestesiado

José Pinto

A um país anestesiado basta acenar com o Simplex, versão revisitada. Ninguém vai questionar. A anestesia é de efeito prolongado. O problema é se o país entra em coma.

Política

Bem-vindo Donald Trump, António Costa merece!

Gabriel Mithá Ribeiro

A direita em Portugal, e o PSD muito em particular, nunca foram capazes de afirmar um discurso sociológico autónomo. CDS-PP e PSD insistem em nem sequer o tentar, mesmo quando se aproximam eleições.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)