Dezenas de guerrilheiros talibãs terão sido mortos no Paquistão esta sexta-feira, em ataques do Exército paquistanês por todo o país, que surge em resposta ao ataque a uma escola militar que terminou com 148 mortos.

Segundo a televisão norte-americana CNN, as forças de segurança paquistanesas mataram 32 militantes que se dirigiam para a fronteira com o Afeganistão na província de Pakhtunkhwa.

Os militares dizem que mataram ainda mais oito militantes talibãs na província de Balochistan.

Esta demonstração de força do Exército paquistanês surge após o ataque de sete talibãs a uma escola militar em Peshawar na terça-feira. O ataque, que depois evoluiu para sequestro, terminou com a morte de 132 crianças e mais nove empregados da escola.

Os sete talibãs também acabaram por morrer nos confrontos, elevando para 148 o número total de mortos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em resposta ao ataque, o Governo paquistanês anunciou que iria repor a pena de morte no país para os casos de terrorismo.