Dark Mode 165kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Ascenso Simões: "Não há cartaz nenhum que derrube o que se impõe para o futuro dos portugueses"

Num texto publicado no Facebook, o ex-diretor da campanha socialista garante que nenhum cartaz vai derrubar "o que se impõe para o futuro dos portugueses" e vira agulhas para as próximas eleições.

i

"Há inúmeras passagens bíblicas que resumem o meu dia de ontem", escreveu ainda Ascenso Simões

"Há inúmeras passagens bíblicas que resumem o meu dia de ontem", escreveu ainda Ascenso Simões

Um dia depois de ter anunciado no Facebook que ia deixar a direção de campanha do PS, Ascenso Simões utilizou a mesma rede social para deixar uma garantia: “Não há cartaz nenhum que derrube o que se impõe para o futuro dos portugueses”.

Ao longo de um texto em que reconhece que a sua demissão dividiu opiniões, entre os que salientaram o “gesto”, os que desconfiaram da decisão e também os que reagiram “sovando”, o cabeça de lista do PS por Vila Real aproveita ainda para reafirmar a certeza de que António Costa, “o dirigente político no ativo que conheço há mais tempo”, será “um grande primeiro-ministro”, apoiado por “um bom governo”.

No domingo, a menos de dois meses das eleições e depois de os cartazes do PS terem colecionado várias polémicas, Ascenso Simões apresentou o pedido de demissão junto de António Costa por considerar que “quem é responsável por uma máquina” deveria “assumir todas as falhas que ela demonstra” e “tirar ilações de tudo o que, publicamente, se reconhece como erro”.

Já esta segunda-feira, Ascenso Simões resumiu, assim, a decisão que teve de tomar: “Há inúmeras passagens bíblicas que resumem o meu dia de ontem. A minha filha perguntou-me – o pai não vai desistir, pois não? Não lhe respondi, em boa verdade ela sabe que desistir não faz parte do nosso vocabulário comum”.

A próxima batalha |Sabia bem que ia ser assim. Muitos salientando o gesto, outros desconfiando e, ainda outros,...

Posted by Ascenso Luís Simões on Segunda-feira, 10 de Agosto de 2015

Ainda a propósito da sua demissão, o ex-secretário de Estado de José Sócrates reconhece que tem “dois defeitos”: dizer o que pensa e “transportar a amizade para a política”. “É por isso que nunca negarei a amizade com José Sócrates, que nunca esqueço o reconhecimento de Almeida Santos, Ferro Rodrigues e António Guterres, que regresso sempre ao pragmatismo de Jorge Coelho, que não há semana nenhuma em que não encontre alguém que recorde os tempos de caminho com António José Seguro”, sublinha o agora ex-diretor da campanha socialista.

A “próxima batalha”, assume Ascenso Simões, é procurar o “melhor resultado” no círculo eleitoral de Vila Real, “colocando os interesses dos meus concidadãos acima de tudo”. O novo diretor de campanha do PS é Duarte Cordeiro, nomeado vice-presidente da Câmara de Lisboa e ex-diretor de campanha de Manuel Alegre para as Presidenciais de 2011.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.